dezembro 29, 2004

Pensamento da noite

Apalpas-me, logo existo.

[É o que dá só dizer baboseiras e ter a sououtra como musa inspiradora...]

dezembro 27, 2004

Votos de...



...para todos, mesmo para aqueles que, como eu, se vão dedicar à aventura e vão para um local que ainda não sabem qual, ficar num hotel que ainda não sabem bem qual, com um número de pessoas que parece poder variar a qualquer momento, a maioria desconhecidas para eles, mas que têm a certeza de se irem divertir “à grande”!

dezembro 25, 2004

Votos de...

... um Feliz Natal para todos!

dezembro 23, 2004

Pai Natal?



Definitivamente este Calvin é a minha cara...

dezembro 15, 2004

Pânico



Despedaço-me nos focos...
De fluidos... néon...,
Sinto tudo esvair-se em mim,
Corro e fico parada na imensidão...
As escadas rodopiam em meu torno...,
O ar não tem espaço para entrar dentro de mim!
A cabeça está a ficar vazia...,
Os olhos, olham-na já por dentro...,
O sangue parou... gelou... ficou pus....
E espalhou-se debaixo da pele...,
O corpo dá de si... agarra-se ao chão...
Eu fico apenas branca de um lado
E do de dentro também...

Alter-Ego AlmaAzul

dezembro 10, 2004

De pó a diamante

O mundo do negócio não pára de surpreender. Desta vez, é a Algordanza - uma empresa suíça com escritórios em vários países da Europa - que oferece uma alternativa para o pó...

Calma, donas de casa. Não é esse pó!

A Algordanza (que significa recordação) transforma cinzas humanas em diamantes (azul-celeste, como não podia deixar de ser!). Aliás, desde Julho deste ano, já conseguiu "converter" 40 mortos, cobrando cerca de 10 mil euros por quilate.

Os interessados só terão de deslocar-se ao escritório em Lisboa, já a partir de Janeiro de 2005.

Há quem prefira cravar o diamante numa lápide, mas os anéis e os objectos de joalharia ao pescoço fazem as delícias de muitos (como de nuestros hermanos).

E esta, hein?!